Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação
Icone Notícia

Saúde - Segunda-feira, 09 de Março de 2020

Campanha de Cadastro de Doadores de Medula Óssea conta com a participação de 278 pessoas

A campanha ocorreu na manhã de 29 de fevereiro, em parceria com o Hemocentro de Marília


Campanha de Cadastro de Doadores de Medula Óssea conta com a participação de 278 pessoas

Prefeito Sergio, secretária Zilda e presidente da Câmara, Felippe, marcaram presença na iniciativa que teve como motivador o menino Osmar Neto

 

AsCom

PM Pedrinhas Pta

 

Foi um sucesso. No ultimo sábado dia 29 de fevereiro aconteceu a Campanha de Cadastro de Doadores de Medula Óssea em Pedrinhas Paulista, onde foi ultrapassada a meta estipulada pelo Hemocentro de Marilia, que era de 200 cadastros. A iniciativa chegou a 278 possíveis doadores.

A Campanha surgiu por meio dos esforços da Prefeitura Municipal em colaborar para que o menino Osmar Neto (diagnosticado com a doença degenerativa leucodistrofia de Krabbe) encontre um doador compatível, porém a doação pode salvar diversas vidas.

A Prefeitura, a Secretaria Municipal de Saúde de Pedrinhas Paulista, o Hemocentro e a família do nosso guerreiro Neto agradecem a todos que colaboraram direta e indiretamente com a ação.

O transplante é indicado para pacientes com leucemia, anemias graves, linfomas, imunodeficiências e doenças relacionadas aos sistemas sanguíneo e imunológico. Quando uma pessoa necessita de transplante, a primeira opção é buscar um doador compatível na família. Infelizmente, o doador compatível (geralmente irmãos), só está disponível em cerca de um quarto dos casos. Então a solução é consultar o Registro de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME). Por isso é tão importante que as pessoas sejam conscientizadas para a doação.

Vale lembrar que qualquer pessoa saudável, entre 18 e 55 anos, pode se cadastrar. Os critérios para doação seguem na maioria das vezes os mesmos utilizados para a doação de sangue como estar em boas condições de saúde, não ser portador de doenças infecciosas crônicas, entre outros.

A coleta simples de sangue ainda não é a doação da medula óssea, mas apenas o cadastro como possível doador. As informações ficarão disponíveis no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea. Caso apareça um paciente com a medula compatível, o possível doador será convocado e serão realizados novos testes.

FacebookTwitterWhatsApp

voltar para a listagem de notícias...

Guia de prevenção ao Coronavírus